A Revista Viver São José dedica esse espaço para a indicação de produtos culturais que dialogam, direta ou indiretamente, com as temáticas apresentadas nos conteúdos da publicação. Hoje, Melissa Medeiros, infectologista do HSJ, sugere alguns filmes e livros com temas que vão de surtos de doenças a questões mais existenciais.

 

 

MÉDICO DE HOMENS E ALMAS

1958 / Taylor Caldwell / 700 págs.

Como não poderia ser diferente, vou começar pelo meu livro favorito, da inglesa Taylor Caldwell: Médico de homens e de almas. Nesse livro, a autora fez uma grande pesquisa para romancear a história de São Lucas, a quem se atribui um dos evangelhos canônicos. Médico no seu tempo, contam algumas lendas que se atribuíam milagres e prodígios a ele antes mesmo de sua conversão ao cristianismo. Nesse cenário, um romance se desenrola de forma envolvente, que conta a história do futuro santo, que sente grande compaixão pelos homens e que se revolta contra Deus, e ao tentar vencê-lo no cabo de guerra pela vida dos seres humanos, aproxima-se do verdadeiro sentido do cristianismo. Ao fazer as pazes com Deus, ele descobre sua missão. Em momentos de extrema tristeza e dor é fácil esquecermos da nossa fé, não obstante é nela que encontramos o apoio para vencer os maiores desafios que a vida nos impõe. Um livro de esperança onde não se consegue enxergar além do próprio sofrimento. Definitivamente, esse não foi um ano fácil para ninguém, mas conseguimos encontrar no amor ao próximo o melhor conforto. São descritos ainda, com enorme riqueza, costumes da época, bem como localidades, vestimentas em meio ao panorama social naqueles tempos, com os romanos buscando conter os rebeldes judeus.

 

Foto direto da minha estante particular: a primeira edição que li durante a residência médica e a versão que ganhei de presente de um residente muitos anos depois.

 

PANDEMIAS: A HUMANIDADE EM RISCO

2011 / Stefan Cunha Ujvari / 216 págs.

O segundo livro se chama Pandemias: a humanidade em risco do autor Stefan Cunha Ujvari, que tive o enorme prazer de conhecer durante uma de suas palestras em 2010. Ocasião esta na qual adquiri o livro, que pode ser chamado de nada menos do que premonitório. Dentro de suas páginas que transformam fatos reais em um romance que o segura durante todo o percurso, ele apresenta as principais pandemias que o homem enfrentou desde as primeiras pestes. Ele descreve como os vírus e bactérias têm invadido fronteiras ao longo do tempo e o quanto o homem resiste em aceitar que precisa aprender a lidar com essas ameaças através da antecipação nas medidas de saúde pública e mudança de atitude.

E então você se pergunta: seria possível antecipar e prever tamanha catástrofe? Sim, é o que muitos estudiosos vêm tentando nos alertar ao longo dos anos. Vide o presente autor:

Se pudéssemos aprender durante o caminho, talvez muitas vidas possam ser salvas ao longo dos próximos anos. Esse foi um ano de muito aprendizado, mas que estes nos levem a mudanças de atitude, para que não se torne apenas mais um capítulo de livro.